Loading

Viagem para Atenas - Pontos de Interesse

Museu da Acrópole

O Novo Museu da Acrópole foi inaugurado em 20 de junho de 2009. Contém esculturas em pedra e bronze, a partir de escavações perto da Acrópole de Atenas. As coleções exibidas nela são divididas em dois períodos principais: o período arcaico e o período clássico, tendo algumas das peças mais de 2.500 anos de idade.

Museu Nacional Arqueológico

O Museu Arqueológico Nacional de Atenas, ligado ao Ministério da Cultura da Grécia, é um dos mais importantes museus do mundo. Originalmente o museu destinava-se a abrigar os achados nas escavações do século XIX na própria cidade de Atenas e arredores, mas gradualmente passou a ser enriquecido com peças provenientes de outros locais. Em 1890 Ioannis Dimitriou doou parte do que hoje constitui a Coleção Egípcia, e em 1893 o acervo da Sociedade Arqueológica também passou para o museu. Do século XX em diante uma multiplicidade de peças que vêm sendo trazidas à luz por novas escavações têm sido integradas ao acervo, que atualmente conta com mais de 20 mil itens que oferecem um abrangente panorama da civilização grega desde seus primórdios na Pré-história até o fim da Idade Antiga.

Acrópole

A Acrópole, colina calcária fortificada com a altura de 156mts, é o emblema da capital Grega. Local simbólico da Antiguidade clássica. Escolhida pelos reis atenienses pela sua posição como fortaleza e habitada desde a época micénica, este cume torna-se o centro religioso da pólis. O seu máximo esplendor remonta aos tempos de Péricles quando foram erguidos os monumentos que ainda hoje admiramos: o Parténon, o Erectéion, o templo de Atena Nike e os Propileus. As robustas muralhas da época micénica foram substituidas no tempo de Temístocles por uma nova cerca, depois modificada por Címon do lado meridional. Os templos arcaicos, o maior dos quais era o de Atena Poliade, foram destruidos pelas incursões persas. Deles apenas restaram as fundações e algumas estátuas e fragmentos que se encontram no Museu da Acrópole.

Odeão de Herodes Ático

O Odeão de Herodes Ático é um antigo teatro localizado na vertente sul da Acrópole de Atenas, na Grécia. Foi construído por Herodes Ático, de importante família ateniense, para comemorar a memória de sua falecida esposa Regilia. As obras começaram possivelmente em torno de 174. Quando intacto o Odeão era uma estrutura coberta, e podia receber até 5 mil espectadores. O vão da plateia (koilo) tem 76 m de diâmetro, e foi escavado na rocha da colina. Os assentos eram de mármore branco, divididos em duas seções por um corredor. A orquestra tem 19 m de diâmetro, e o cenário, de três níveis, chegava a 28 m de altura, com diversas prótases (pórticos em projeção) com colunas, e nichos para estatuária, sendo ladeado por escadarias, e com uma galeria (metaskenio) voltada para o exterior, revestida de mosaicos, detalhe repetido na decoração das entradas.

Erecteion

É tido como o mais belo monumento em estilo jônico, a despeito das singularidades do seu plano e elevação, que se têm explicado pela necessidade de contrabalançar discretamente o Partenon e de reunir diversos santuários primitivos, tendo em atenção as lendas do local, onde havia uma fonte de água salgada e uma oliveira, que se diziam dádivas de Poseidon e de Atena, na sua luta pela posse da cidade. Possui duas celas individuais, e irregulares, devido à diferença de terreno e três pórticos desiguais. O pórtico Norte distingue-se pela altura das suas colunas e delicadeza dos capitéis; o pórtico Sul é o mais famoso por ter seis cariátides, ou korai, em vez de colunas. Em redor de todo o templo havia um friso, da qual restam alguns fragmentos conservados no Museu da Acrópole.

Partenon

Em qualquer parte de Atenas é possível ver a Acrópole, um dos mais significativos monumentos do mundo antigo. A “Rocha Sagrada” olha de cima uma cidade que agora é moderna. O Partenon, que fica no topo da Colina da Acrópole, significa “o aposento da virgem” e foi construído em homenagem à deusa Atena. É o mais conhecido dos edifícios remanescentes da Grécia Antiga e foi ornado com o melhor da arquitetura grega. Suas esculturas decorativas são consideradas um dos pontos altos da arte grega.

Plaka

A Plaka é o bairro mais antigo, o mais tipico e o mais famoso dos bairros atenienses. Estende-se a norte da Acrópole sob o Parténon que o domina do alto. Apresenta uma estrutura urbanística tortuosa que testemunha as matrizes bizantinas e otomonas do bairro e que fazem dele um local de características únicas. O coração da Pláka é a plátia Monastiráki, no centro da qual se encontra a igreja da Pantanassa, em tempos anexada a um mosteiro que deu o nome á praça.

Ágora

Local de visita favorito de Sócrates, a Ágora foi o ponto central da vida política e social na antiga Atenas. Não perca o Templo de Hefesto e o Stoa de Átalo. A seguir, visite o maior templo da Grécia, o Templo de Zeus que levou cerca de 700 anos para ser construído. A construção magistral de tamanho colossal vai impressioná-lo.

Teatro de Epidaurus

Não muito longe de Atenas está o Antigo Teatro de Epidaurus, um teatro do século 3, considerado um dos mais belos pelos antigos gregos. Hoje, ainda é de tirar o fôlego. Restaurado na década de 1950, é também o local do Festival Anual de Epidaurus e outras apresentações. Pode acomodar um público de 14.000 pessoas. Cerca de 40 milhas fora de Atenas em Cabo Sounion, você encontrará o maravilhoso Templo de Posseidon no topo de um penhasco. As ruínas magnificentes, emolduradas pelo Mar Egeu abaixo, são fascinantes ao pôr-do-sol e tranquilas no início da manhã.